NOVA LEGISLAÇAO SOBRE CAMPISMO

Assuntos gerais relacionados com autocaravanismo.

NOVA LEGISLAÇAO SOBRE CAMPISMO

Mensagempor decarvalho » terça abr 15, 2008 7:20 pm

Vivam Acs

O governo esta a preparar a emissaõ de uma portaria que regulamenta o turismo rural, o agroturismo, os hoteis rurais....e tambem o campismo, regulamentando assim um Decreto-Lei de 7 de Março deste ano, em que pela primeira vez a palavra autocaravana aparece escrita em letra de forma, e conectada com a utilizaçao de parques de campismo.

Trata-se de matéria que interessa aos autocaravanistas que se preocupam com o enquadramento da sua forma de fazerem turismo.
Nesse sentido na Newsletter -blog que assinamos e mantemos, incluimos um parecer, sobre o projecto de portaria, que foi enviado a administração do portal, e que foi considerado que aqui se deveria levar ao conhecimento dos membros do forum.

Aqui fica o parecer, portanto. Aqueles que queiram ler os articulados do projecto de portaria a que se refere o texto e que aqui nao se reproduzem para evitar pesar no forum, podem encontra-la na Newsletter em:

http://camping-caravanismo-e-autocarava ... os-da.html

Parecer
1) na generalidade.
O presente diploma, projecto de Portaria deve ser integralmente refundido, e depois de reavaliação, deve ser submetido a um grupo de trabalho composto pelos varios intervenientes do sector do campismo, caravanismo e autocaravanismo de modo a se obter por consenso, as mais adequadas soluções técnicas. Assim, propoê-se que esse grupo de e trabalho integre a Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo, o ACP Automovel Clube de Portugal, o CPA Clube Português de Autocaravanas, a ANMP Associação Nacional de Municipios Portugueses, a GNR Guarda Nacional Republicana, além de mais entidades e personalidades que o Governo entender.
Muito concretamente, o actual projecto de portaria devia ser cindido em dois: um sobre turismo do espaço rural, agroturismo, hoteis rurais, turismo de habitação, e outra portaria devia ser dedicada exclusivamente aos parques de campismo, e ao turismo rodoviário itinerante.
Ainda na generalidade, entende-se que o diploma sobre campismo deve ser holistico, e portanto totalmente abrangente de todas as realidades directas e afins, desta forma de lazer e de turismo, procurando dar respostas contemporâneas a problemas que muitos outros paises da Europa já resolveram.
Mais se entende que é incongruente e dispar em relação a outras formas de turismo regulamentado dispor-se em legislação de um quadro de comportamento esperado em relação aos clientes de parques de campsimo. Tal não existe em relação à hotelaria tradicional, e mal se compreende que se proceda desta forma paternalista em relação ao campismo, a quem não se deverá passar nenhum atestado de menoridade.
Também na generalidade, considera-se que a regulamentação deve distinguir claramente entre pequenos ou micro parques de campismo, incluindo neste conceito os parques de campismo rurais, os parques de campismo de dimensão média, e os parques de campismo de grande dimensão, e muito equipamento, incluindo por exemplo, discotecas, ampla zona de restauração, piscinas e tobogans, com jogos de àgua, etc...e que deveriam integrar a categoria de resort turistico, ou campismo de 5 estrelas, como é comum em destinos turisticos concorrentes de Portugal.
Por outro lado deveria em definitivo, acolher-se em Portugal o conceito de parques (de (campismo) residenciais de modo a distinguir claramente sob a forma de utilização o residente de tipo de segunda residencia, do turista, cujas necessidades e comportamentos são completamente distintos, antagónicos e cuja coexistencia gera sempre promiscuidade, diminuição de qualidade e insatisfação generalizada.
Finalmente, entende-se que se deve estabelecer claramente a distinção entre parques associativos (os actuais parques privativos) e os parques de turismo (ou hoje denominados de públicos) distinguindo-se na respectiva auto-regulaçao pelas entidades competentes, respectivamente da Federaçao (de campismo) e a Confederação do turismo, através por exemplo, da Associação das Empresas de Parques de Campismo (AECAMP) para os demais casos. A não distinção entre o utente de parque de campismo residencial, e o cliente turista, é fonte de todas as ambiguidades que prejudicam uns e outros. Neste contexto, por exe,plo, considera-se altamente discutivel a existência de coberturas em parques de turismo.
Concluimos por acrescentar, na generalidade, que importa ainda, num novo e inovador diploma de regulamentação do campismo, fixar o regime dos acampamentos ou concentrações temporárias (de escuteiros, ou de ocasiões festivas, e desportivas pontuais) e dos locais de estacionamento, serviço e pernoita especificamente dedicados ao segmento do autocaravanismo que, por natureza e definição, é itinerante, e não se confina à versão de acampamento em parques de campismo.
2) Na especialidade
As observações na espcialidade estão em parte prejudicadas pela posição emitida sobre a apreciação na generalidade. Se se propõe refundir o projecto de diploma, a sua autonomização em materia de campismo, e uma nova metodologia para a sua elaboração, necessáriamente que agora apenas se mencionam os aspectos mais dissonantes dessa filosofia integrada e geral, que se sugeriu fosse adpotada pelas autoridades.
Há que nao ser maximalista, e não sufocar os pequenos parques de campismo em zonas rurais, e de propriedade privada, que não estão em condições de concorrência leal com a oferta concorrente das cercanias, quer de base associativa, quer de base municipal. As exigências constantes no projecto de diploma, sao facilmente suportadas por grandes parques de campismo, por orçamentos camarários, por subsidios aos parques associativos, mas impensaveis para parques privados de pequena dimensão, e de natureza rural e sazonal.

Da mesma maneira que a Constituição da República potege as pequenas empresas e as empresas familiares, a legislação ordinária tem de ser consequente, e aplicar-se com essa consideração poltica, que aliás é patente ser respeitada no estrangeiro, e no segmento dos parques de campismo de pequena dimensão, rurais e sazonais!

Para além dessas circunstância, novas exigências legais, que poderão ter justificaçao para grandes parques abertos todo o ano, e em situações de grande fluxo de campistas, nao se devem estender a parques de menor categoria, e meio rural e de procura escassa, e sazonal, sob pena da sua extinção.

Assim
1) tem de ser revista a correspondência entre exigencias e classificação de estrelas (para lá dos equipamentos- art 48nº3?) Nao o fazer, é matar os pequenos parques, como seria matar as pensões, residenciais, e hoteis de 2 estrelas impor-lhes exigencias adequadas ao segmento de 4/5 estrelas....

2) é inadmissivel no artº 38 exigir que os alvéolos sejam delimitados, é justificavel que se admita que possam ser delimitados. PERMITIR sim, OBRIGAR não...a menos que se visem apenas os parques de 4/5 estrelas, mas mesmo assim, a liberdade de estacionamento deve ser a regra, e ficar ao criterio da administração dos parques de campismo. Essa exigencia só tem razao de ser para os parques RESIDENCIAIS, em que a legislaçao é omissa, ou para os parques privativos e associativos, cujos clientes por natureza e definição, não são nem turistas, nem itinerantes.

3) é inadmissivel - no caso de parques de campsimo para turistas, a proibição implicita do art 38º de as viaturas automóveis nao poderem estacionar junto as tendas ou caravanas....mais uma vez, deve ser permitido e admitido tal regime, ser uma coisa, ou outra, a critério da administração dos parques, mas não se deve OBRIGAR parques existentes a criarem agora (?) estacionamentos fora das zonas de acampamento de tendas, caravanas ou autocaravanas. Tal está completamente fora das realidades funcionais do sector, e fora das práticas internacionais...mais uma vez, tal obrigatoriedade só devia ser admissivel para os parques residenciais, nao previstos no projecto de portaria, ou para os parques de clientes permanentes, ou seja, os parques privativos e, ou, associativos.

4) o artº 48 nº3 deve ser revisto...esgotos para caravanas e autocaravanas obrigatórios? para todas as categorias de estrelas dos parques? é solução absurda e totalmente desproporcionada e despropositada. Tal exigencia, mais uma vez se afirma, so terá cabimento eventualmente, para parques de 4/5 estrelas ...ou mesmo só 5 estrelas, ou para parques RESIDENCIAIS, ou privativos e, ou associativos, mas não para parques públicos, comerciais e de turismo.

5) idem quanto à exigencia do artº 43º, do serviço de vigilancia fardado? só para parques com mais de 100/150 campistas de ocupação média...seja de 4/5 estrelas, seja para parques residenciais, e, ou associativos. Tal exigencia não faz sentido, por exemplo, para os parques de campismo rurais, a que se devem equiparar todos os parques de campismo detidos por micro empresas, em zonas rurais e de forte sazonalidade, e com capacidade diminuta, a menos que se pretenda extinguir essas unidades, ou obriga-las a reconverterem-se em parques de campismo rurais....
6) Do mesmo modo que a exigência de equipamentos é feita em função do numero de campistas, a existencia de guarda e fardado (?) deve ser indexada à pernoita simultanea de um minimo de 100 0u 150 campistas...cerca de 50 unidades acampadas (familias). As exigencia do projecto de portaria, não estão de acordo com os padrões internacionais.

7) para sublinhar a importância dos parques de campismo, no casod e parques para turismo, e sua integraçao na oferta turistica...deverá impor-se a obrigatoriedade de distribuição de informação turistica aos clientes...e até a disporem no minimercado de disponibilidade de produtos de produção local...adequados à produção da regiao onde se insere, por exemplo vinho.

CONCLUSÃO: O projecto de legislação é pois deficiente, porque omissa sobre:
- sinalização turística
- acampamentos ou concentrações pontuais, ou temporárias
- parques de campismo de 5 estrelas ou resorts de campismo
- condições de sã concorrência com parques de campismo municipais
- parques de campismo residenciais
- parques de campismo rurais
- micro parques de campismo
- parques de campismo sazonais
- parques de estacionamento, parqueamento e pernoita de autocaravanas
- clara distinção entre parques de turissmo e parques de residentes (associativos)
semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

legislaçao

Mensagempor decarvalho » sexta jul 25, 2008 6:56 pm

Vivam Acs....

Ca esta um tema que nao mereceu um unico reply, nem um unico comentario

se fosse o evento do dia que é hoje...ou uma anedota... devia ter obtido desde logo, no minimo as mais de 19.000 visitas das bocas ilustradas para sorrir...da sala de convivio.

ou seja, se calhar nao vale a pena, nem interessa aos autocaravanistas este tema nem ele tem nada a a ver com autocaravanismo...ou sequer com os caravanistas que tambem têm um topico neste forum...

provavelmente enganei-me no forum.

MAs....o importante é que a Secretaria de Estado do Turismo pensa concluir a redacção da portaria ate o final de Agosto.

Sera que o CCP vai tomar posição sobre este tema?
semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

legislaçao

Mensagempor decarvalho » domingo jul 27, 2008 3:50 am

Vivam Acs

aqui vai uma imposição para os parques de campismo prevista da ultima versao da portaria para o sector ainda em estudo

artº11º
.......
– Os parques de campismo que admitam caravanas e/ou autocaravanas devem dispor de estações de serviço na proporção de uma para cada 30 caravanas e/ou autocaravanas, localizada em zona do parque de fácil acessibilidade, e com as características previstas no nº 3 do artigo 26º.
4 - Os parques de campismo e/ou caravanismo podem dispor de uma zona plana e reservada ao estacionamento de autocaravanas não superior a 72 horas, com acesso aos serviços e equipamentos disponíveis no parque.


Artigo 26º
Parques de caravanismo exclusivamente destinados a autocaravanas
1 - Nos parques exclusivamente destinados a autocaravanas pode ser dispensada a existência dos equipamentos de utilização comum previstos no artigo 11.º, salvo os previstos nas alíneas a) a c) do número 1 e no número 3 do mesmo artigo.
2 – As áreas de serviço previstas no número 4 do artigo 11º são obrigatórias nos parques de caravanismo exclusivamente destinados a autocaravanas.
3 - As estações serviço referidas no número 3 do artigo 11º devem estar revestidas com materiais impermeabilizados e dispor de equipamento próprio para:
a) Escoamento de águas residuais;
b) Esvaziamento de WC químico/Sistema de lavagem e despejo de cassetes sanitárias de autocaravanas;
c) Abastecimento de água potável;
d) Despejo de resíduos sólidos urbanos.
semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

Re: legislaçao

Mensagempor time_out » domingo jul 27, 2008 10:36 am

decarvalho Escreveu:.....

se fosse o evento do dia que é hoje...ou uma anedota... devia ter obtido desde logo, no minimo as mais de 19.000 visitas das bocas ilustradas para sorrir...da sala de convivio.......


Sem comentários
time out

Hymer B SL614
(Sintra - Portugal)
Avatar do Utilizador
time_out
 
Mensagens: 1249
Registado: domingo nov 13, 2005 7:48 pm
Localização: Entre Belas e Sintra

NOVA LEGISLAÇÃO SOBRE CAMPISMO

Mensagempor jorge santos » domingo jul 27, 2008 11:49 am

Bom dia a todos os companheiros,
Não me inteirei devidamente antes de partir em viagem em Maio e agora verifico que a S.E.Turismo pensa concluir a redacção da portaria até ao fim de Agosto. decarvalho e time out, acordaram-me.
Desculpem a minha ingenuidade.
Será que nos podiamos reunir ( todos nós os que escrevemos muito - e sabemos alguma coisa) e tentar ajustar os termos da portaria, tendo por exemplo, como base, o estudo, opiniões de "decarvalho", para a especialidade campismo e autocaravanismo.
Para abreviar - vamos fazer qualquer coisa do edíficio velho que precisa de restauro ? Não sejamos como os partidos politicos portugueses, o que se fez anteriormente por outros está mal. Vamos fazer de novo e nunca se acaba !
Partamos todos em pé de igualdade, não sejamos primas donas.
"Tábua rasa"como disse o Seco. Moldemo-la com todos os conhecimentos
dos nossos companheiros. Esqueça-mos tudo o que nos separa.
Encontro-me ao vosso dispôr para ajudar - Aqui e em :
j.j.s.pereira37@Gmail.com
Ainda estamos a tempo de pedir prorrogação à previsão fim Agosto 2008 ? Se formos para a frente, creio que será necessária.
Cumprimentos
Jorge Santos
Cascais
jorge santos
 
Mensagens: 138
Registado: domingo nov 27, 2005 3:49 pm

portaria

Mensagempor decarvalho » domingo jul 27, 2008 2:47 pm

Carissimos Time Out e Jorge Santos,

Em primeiro lugar os meus parabens, para como diz o JS, estarem acordados...de facto, neste como em outros foruns, infelizmente prolifera a letargia e o gosto por assuntos e banalidades que nada tem a ver com o autocaravanismo, e que a meu ver (naõ me canso de repetir) afastam os bons escritos, ou pelo menos as colaborações pertinentes, as reflexoes indispensaveis, e os leitores que possam ajudar a criar uma opiniao publica consistente, respeitada porque fundamentada, e representativa para uma atitude autocaravanista em Portugal. Ate parece que os moderadores se demitiram....

Quanto ao assunto agora directamente em causa: Ja em tempos sobre lee escrevi na ocasião sobre a primeira versao da portaria (que nao falava como agora dispõe, sobre parques de campismo exclusivamente para autocravanas).

o texto continua disponivel em:
http://camping-caravanismo-e-autocarava ... os-da.html

Para no actual momento ser util uma reflexao e uma intervenção colectiva que se sobreponha as diligencias individuais, acessiveis a cada um de nós ao nivel do exercicio do direito e dever de cidadania, penso ser util o patrocionio institucional, em papel timbrado do CPA ou do portal CCP. ...ou, preferivelmente, em conjunto.

Sera possivel?
pela minha parte não tenho nenhuma bandeira a levantar e os textos que ja escrevi e poderei escrever não sofrem de virus de paternidade exclusiva... eclipso-a, e ofereço-os de bom grado a uma autoria colectiva em que estou disponivel para participar.

Por isso ja enviei o original da actual versao da portaria ao Presidente do CPA, e enviarei a versao ultima em meu pdoer ao jorge santos e aquem mais me solicitar em mensagem directa, ou aqui no forum.

Mas ha que alinhar alguns pensamentos de fundo...que podem ser objecto de troca de impressoes ainda por mail, por exemplo:
-1) não devera haver legislaçao mais flexivel para os pequenos e micro parques de campismo? senão, estes serao mais dia menos dia eliminados pelas grandes empresas, e assim desparecerão possibilidades genuinas de multiplicaçao de parques mais vocacionados para apoio ao movimento autocaravanista, que precisa mais de apoios e de serviço do que resorts megalomanos e dispendiosos. Ou não será assim?
- 2) Sera possivel legislar sobre parques (de campismo) exclusivamente destinados a autocaravanas? Isto em portaria, quando o decreto-lei base nao previa essa situação? Não está esta atitude contraria a toda a escola de pensamento juridico e de bom senso? e sera politicamente util para o movimento autocaravanista? não visará tal medida ir inviabilizando a criação de espaços de pernoita e areas de serviço proprias a autocaravanas?
- 3) Não sera de solicitar alem da prorrogaço do prazo para a apreciaçao governamental da referida portaria, a criação de um Observatorio (ou grupo de trabalho) sobre o tema do autocaravanismo, juntando os exemplos conhecidos, mas nao debatidso nos foruns, da mesa de trafico em Espanha ou iniciativas similares em França? e se tal não vingar, não sera, sem pedestais e sem protagonismo de primas donas...de avançar privadamente nesse sentido?

Era bom que este debate se generalizsse neste forum, e no do CPA, independentemente de saber que dia é hoje...Será sempre tarde, mas sempre a tempo se a oportunidade não for perdida !

PS
o assunto do pedido de prorrogaçao do prazo pode ser dirigido aos tres secretarios de estado que vao assinar a portaria, como se infere deste texto:

Assim, ao abrigo do disposto na alínea b) do n.º 2 do artigo 4.º do Decreto-Lei n.º 39/2008, de 7 de Março, manda o Governo, pelos Secretários de Estado do Turismo, Adjunto e da Administração Local e do Desenvolvimento Rural e das Florestas, o seguinte:
Editado pela última vez por decarvalho em segunda jul 28, 2008 4:03 pm, num total de 1 vez.
semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

NOVA LEGISLAÇÃO SOBRE CAMPISMO

Mensagempor jorge santos » domingo jul 27, 2008 5:00 pm

Companheiras / Companheiros,
Onde quer que se encontrem.

Muitos serão os que não simpatizam especialmente comigo, com a minha pessoa, com os meus modos, com o (pouco) que escrevo ou até que os tenha involuntáriamente melindrado.

Tréguas... para mim, e de algum modo, entre todos, para que possamos fazer algo constructivo:

1º. Por favor, releiam tudo relacionado com o assunto em causa.

2º. Tomem notas, com o vosso ponto de vista, realistas, francas, sem ressentimentos.

3º. Na área da Grande Lisboa, que dia de semana, hora e local público, preferem para uma primeira reunião. Pretende-se que seja o mais breve possível ( talvez 2/3 horas)

4º. Na limitação de custos, teremos de pensar para mais tarde, encontro com os companheiros do Norte e Sul do país. Aceitam Aveiro e Coimbra -Sines e Beja ? - Que outras sugerem ?

5º. Certamente, CCPortugal, facilitar-nos-á "Sondagens" como meio de decisão para data, dia, hora, local/is de encontro.

Antecipadamente grato por corresponderem ao meu pedido.
Cumprimentos
Jorge Santos
Cascais
jorge santos
 
Mensagens: 138
Registado: domingo nov 27, 2005 3:49 pm

Mensagempor Pluma Vermelhinho » domingo jul 27, 2008 5:58 pm

Será desta que realmente se vai "arrancar" com algo no concreto? Apoio inteiramente essa tal "reunião", sendo uma excelente oportunidade para quem tem os conhecimentos técnicos e vontade de analisar o dito documento para se tomar alguma atitude, se tal for necessário claro.
Boas viagens e fiquem bem.
WWW.WOOPHY.COM - Member » Jorge Ribas
Pluma Vermelhinho
 
Mensagens: 972
Registado: quarta nov 15, 2006 9:02 pm
Localização: Loures

portaria

Mensagempor decarvalho » domingo jul 27, 2008 8:42 pm

Vivam interessados

Junto agora um contributo de outra area (restauraçao) mas que permite estabelecer um paralelo de raciocinio, para a questao dos pequenos parques de campismo e areas de serviço e pernoita de autocaravanas.

Trata-se de situações do tipo MICRO, e sendo assim, devem beneficiar de isençoes e excepcões do regime geral dos parques de campismo. Alias com o argumento adicional de que ja existe legislaçao especial para os parques de campismo ate 0,5 hectares de area, e que entre nós sao denominados de parques de campismo rurais.

Sugiro pois, que alem da situaçaõ dos pequenos parques de campismo - que devem poder acolher autocaravanas, caravanas, tendas e ate bungalows, as regras gerais devem ser aligeiradas, como tambem devem ser para as areas de pernoita e serviço de autocaravanas...por exemplo, isentar de disporem de cerca, de ligaçoes individuais de electricidade esgoto, e ponto de agua, de vigilantes fardados, de recepção etc....

a não se encarar esta situação de frente, podera no futuro inviabilizar-se as areas de serviço, com tantas exigencias para que seja optimas, e do mais alto nivel, que depois nao se criem ....por solicitarem investimentos demasiado elevados e impossiveis de rentabilizar. Esta situação pode ter paralelo nos pequenos parques de campismo, esmagados em exigencias que os levem a fechar, ou a serem vendidos a grandes grupos. E nessa altura podera haver poucas alternativas aos simples autocaravanistas....a enxotar para os grandes e dispendiosos campings...

Aqui fica a nota relativa a decisao do Parlamento Europeu sobre redução das exigencias do sistema HACCP a micro e pquenas unidades. (la se vai a fanfarronice da ASAE conra os pequenos....

Parlamento Europeu aprova isenção de APCPC (vulgo HACCP) às Micro, Pequenas e Médias Empresas A ARESP – Associação da Restauração e Similares de Portugal desde à muito que vinha a sensibilizar o governo português, e os Deputados Europeus, para a impossibilidade de as micro e pequenas empresas do Sector da Restauração e Bebidas aplicarem o sistema de Análise de Perigos e Controlo dos Pontos Críticos (vulgo HACCP), obrigatório através do Regulamento n.º 852/2004, de 29 de Abril.
Assim, sensível a esta problemática, a Comissão das Comunidades Europeias apresentou, em Março de 2007, uma proposta de Regulamento, do Parlamento Europeu e do Conselho, que alterava o Regulamento n.º 852/2004, do Parlamento Europeu e do Conselho, relativo à higiene dos géneros alimentícios. Esta proposta tinha como objectivo reduzir de forma significativa os encargos administrativos que pesam sobre as empresas, através de pequenas alterações legislativas sem colocar em causa o nível de protecção ou o objectivo inicial da legislação.
Neste seguimento, é com grande satisfação que, no passado dia 5 de Junho, a ARESP viu aprovada pelo Parlamento Europeu, com 556 votos a favor, 67 votos contra e 19 abstenções, uma proposta de alteração do nº 1, do artigo 5º, do Regulamento nº 852/2004, que estabelece que os operadores das empresas do sector alimentar devem criar, aplicar e manter um processo ou processos permanentes baseados nos princípios APCPC

semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

Mensagempor seco » domingo jul 27, 2008 10:57 pm

Boa noite

Respondendo ao que atrás já está dito, e enquanto não ocorre o tal observatório que tão útil me parece, julgo que realmente deveria haver uma discussão imediata e se possível em vários locais do país.
Será que o decarvalho não poderia promover uma tertúlia (do alem) de modo a perspectivarmos o futuro????
Parece que está na hora de meter a mão na massa!
Eu bem sei que é verão mas vamos lá a ver se fazemos alguma coisa!
Há por aí tantos autocaravanistas motivados! e tambem aqueles para quem a AC é apenas uma "furgoneta com cama e casa de banho"....
Se calhar temos que esclarecer tambem estes pontos e definir autocaravanista.....
seco
 
Mensagens: 589
Registado: segunda nov 28, 2005 7:15 pm

portaria

Mensagempor decarvalho » segunda jul 28, 2008 6:03 am

meu caro amigo SECO,
e demais interessantes e interessados autocaravanistas

A dispersao da época nao é a melhor.
Como sabe as tertulias exigem alguma preparaçao e ambiente, e neste momento penso que devem ser os estados maiores (do CPA e direccção do portal) a ssumirem uma atitude institucional.

Se não houver oportunidade de uma resposta institucional restam as diligencias individuais (ao alcance de cada um) ou ainda um movimento colectivo do tipo petição on line...ou seja um abaixo assinado.

A questao esta toda nos conteudos.
Ate agora cairam em saco roto as minahs propostas de um seminario com o tema autocaravanismo, e mesmo o debate destes temas na NET tem sido o que se sabe....e dai...no meu blog ter desenvolvido as mesas redondas virtuais....

Vou tentar preparar um documento curto de reflexao que disponibilizarei aqui, e no forum CPA (ha que abater bandeiras de divisao e falsas fronteiras) e depois, com as melhorias de sugestao que aparecerem, com os meios electronicos disponiveis, dar-se-á o seguimento ao que se apurar da melhor forma.

O local e espaço para a tertulia/seminario esta disponivel em Alenquer, lá para a segunda semana de Setembro? mas continuo a entender que deve ser uma iniciatica COM, e não CONTRA, o CPA e o CCP.
semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

Re: portaria

Mensagempor seco » segunda jul 28, 2008 8:47 am

Bom dia

Concordo em absoluto com a o deserto da época estival mas o tempo urge!

O quer que for feito deverá efectivamente sser entendido como:
decarvalho Escreveu:continuo a entender que deve ser uma iniciatica COM, e não CONTRA, o CPA e o CCP.


Será a única forma de haver receptividade por parte de quem tem necessidade de legislar.
Têm que ouvir todas as partes para poderem ser justos. Realmente o que se configura, ao colocar exigencias para os parques (campismo e caravanas), é de nos "arrebanharem" dentro do cercado!

Os autocaravanistas, na esmagadora maioria, não entendem assim!
seco
 
Mensagens: 589
Registado: segunda nov 28, 2005 7:15 pm

portaria

Mensagempor decarvalho » segunda jul 28, 2008 10:51 am

Viva Amigo Seco e demais ACs


aqui vão tres perguntas para se ensaiarem respostas de opiniao...e que possam basear uma base de discussao objectiva e seria.

Penso que mesmo os autocaravanistas que sao fundamentalistas CONTRA os parques de Campismo, que se um dia...os utilizarem, deviam ter resposta a todas as questões...

Acho que ajudava muito se ajudassem a pensar
1) o que é que os autocaravanistas querem e esperam de um parque de campismo ?
2) o que é que os autocaravanistas precisam fora dos parques de campismo ?
3) o que é que esta mal, ou menos bem na portaria em discussao ?
semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

Mensagempor Pluma Vermelhinho » segunda jul 28, 2008 11:08 am

Muito me agrada começar-se a combinar "tertulias" ou "reuniões" para esclarecimentos e debates, sem as divisões (desculpem-me a expressão) anedóticas e inuteis que já algumas vezes se quiseram (através de algumas opiniões) impor entre as várias "entidades representantes" do Autocaravanismo portugues. Vamos lá a marcar data e local e só não estarei presente se for mesmo impossivel de todo a minha presença. Julgo que todos deveriam participar em tal encontro de ideias.

PS: Lamento o meu "sentar e esperar" pela marcação de data e local mas não tenho capacidade nem conhecimentos para organizar algo do género.
Boas viagens e fiquem bem.
WWW.WOOPHY.COM - Member » Jorge Ribas
Pluma Vermelhinho
 
Mensagens: 972
Registado: quarta nov 15, 2006 9:02 pm
Localização: Loures

portaria

Mensagempor decarvalho » segunda jul 28, 2008 11:52 am

Meu caro Pluma...
parbens pela franqueza, mas....

A capacidade que interessa ter é a DISPONIBILIDADE
e a preocupação de ajudar a construir algo socialmente util.

Que tal começar a ensaiar as respostas a algumas das perguntas feitas ou em acrescentar outras?
semovente...
em:
http://www.camping-caravanismo-e-autoca ... ogspot.com
e na tertulia facebook 1 AC e 1 CAFE
copie e cole o link no seu browser.
http://www.facebook.com/groups/21501485 ... ?ref=notif¬if_t=group_activity
Avatar do Utilizador
decarvalho
 
Mensagens: 1010
Registado: terça jul 11, 2006 2:45 pm
Localização: itinerante: entre Alenquer, São João do Estoril e Pedrógão do Alentejo

Próximo

Voltar para Assuntos Gerais

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 14 visitantes